Buscar
  • Alessandro Sassaroli

Jornalismo de Games no Brasil

Engana-se quem pensa que o tema é novo no Brasil.


Já nos anos 1980 a geração que cresceu jogando Atari já podia contar com matérias sobre lançamento dos jogos na revista Somtrês.


Os anos que seguiram mostram um número crescente de publicações para fãs de games.


Hoje, a profissão traz encontra-se em seu melhor momento.


Isso se dá graças a:

  • Popularização do tema em toda a sociedade. Afinal 75% da população brasileira joga videogame

  • Crescimento de redações especializadas no tema

  • Popularização e barateamento de custos para produção de conteúdo, especialmente em vídeo


Como é a profissão de jornalista de gamer?


Na edição de 2021 do BIG Festival, a jornalista Barbara Gutierrez liderou um painel com profissionais da área que comentavam a dinâmica e desafios de que atua no jornalismo de games e esports no Brasil.


10 Profissionais de Jornalismo de Games para você seguir no Linkedin


Além da Barbara, vale acompanhar o que outros profissionais tem feito nas diversas áreas desse tipo de conteúdo: de lançamentos de jogos aos momentos mais importantes de torneios de esports, por exemplo.

  1. Branca Galdino

  2. Theo Azevedo

  3. Fernanda Domingues

  4. Carol Costa

  5. Marina Val

  6. Claudio Prandoni

  7. Rique Sampaio

  8. Jeancarlos Mota

  9. Pablo Miyazawa

  10. Bruna Penilhas


Conheça a Pesquisa Jornalismo de Games no Brasil



Pesquisa Jornalismo de Games no Brasil
Pesquisa Jornalismo de Games no Brasil, realizado pela Theogames

O estudo foi realizado pela Theogames e entrevistou mais de 110 jornalistas de games para entender questões relacionadas aos desafios de produção deste tipo de conteúdo no Brasil.


Leitura obrigatória para quem quer conhecer mais sobre a produção de conteúdo de games e esports.


Entenda como SEO, algoritmo, conhecimento de público e mercado hoje são fundamentais para um profissional da área.

6 visualizações0 comentário